segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Turista de Minas Gerais morre afogado na praia de Ponta Negra, em Natal

Caso aconteceu na manhã desta segunda (20). Surfista que tirou o homem da água e equipes médicas ainda tentaram reanimá-lo, mas não conseguiram.


Por G1 RN
Turista morreu após se afogar na praia de Ponta Negra, em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi) Turista morreu após se afogar na praia de Ponta Negra, em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Turista morreu após se afogar na praia de Ponta Negra, em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Um turista de Minas Gerais, que passava férias no Rio Grande do Norte, morreu afogado na manhã desta segunda-feira (20) na praia de Ponta Negra, principal cartão-postal de Natal. Equipes médicas ainda tentaram reanimá-lo, mas não conseguiram. Não havia guarda-vidas do Corpo de Bombeiros no local.
O afogamento aconteceu por volta das 10h, em frente ao Astral Sucos. O primeiro a tentar salvar o turista foi um surfista, que o retirou da água. Socorristas de uma ambulância de suporte básico também tentaram reanimar o homem, mas em razão da gravidade chamaram uma segunda ambulância, dessa vez de suporte avançado. Uma nova tentativa de reanimação foi feita, mas também não houve sucesso.

ATLETAS DE JARDIM DO SERIDÓ DESTACAM-SE EM PICUÍ

    Atletas jardinense estiveram participando ontem( 19) da 2ªcorrida do atleta Diego na cidade de Picuí onde obtiveram bons resultados tanto no feminino quanto no masculino e os atletas Alberto e Graça foram campeões,além de Graça e Alberto os atletas Mario e Jean Dario estiveram presentes    foi corrida de muitos desafios em virtude do percurso ser cheio de altos e baixos levando o atleta ter um desgaste físico maior. Relataram os mesmo . o próximo compromisso da Equipe Jardinense de Atletismo será no próximo final de semana onde os atletas irão participarem das corridas da PRF sábado(25)em Natal e no domingo irão participarem da 1ª corrida da Academia Agito Fitnees na cidade de São Bento da Paraíba com o objetivo de mais um pódio para nossa cidade .

Moro cita influência política de Cunha e nega transferência para Brasília ou Rio de Janeiro

'Mantê-lo distante de seus antigos parceiros criminosos prevenirá ou dificultará a prática de novos crimes', diz Moro; deputado cassado está preso em Pinhais, no Paraná.


Por Alana Fonseca, G1 PR, Curitiba
Moro nega transferência de Cunha e diz que influência política de ex-deputado em Curitiba é menor (Foto: Eraldo Peres/AP)   Moro nega transferência de Cunha e diz que influência política de ex-deputado em Curitiba é menor (Foto: Eraldo Peres/AP)
O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, negou mais uma vez, nesta segunda-feira (20), o pedido do ex-presidente da Câmara e deputado cassado Eduardo Cunha para ser transferido para Brasília ou para o Rio de Janeiro.
Moro nega transferência de Cunha e diz que influência política de ex-deputado em Curitiba é menor (Foto: Eraldo Peres/AP)
O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, negou mais uma vez, nesta segunda-feira (20), o pedido do ex-presidente da Câmara e deputado cassado Eduardo Cunha para ser transferido para Brasília ou para o Rio de Janeiro.

Única mulher a bordo do submarino argentino desaparecido é oficial pioneira

Eliana María Krawczyk, de 35 anos, é a 'primeira submarinista' da Argentina. O ARA San Juan desapareceu com 44 tripulantes no Atlântico Sul.


Por G1
Eliana María Krawczyk, primeira oficial submarinista argentina e uma das 44 pessoas no submarino desaparecido ARA San Juan (Foto: Marinha da Argentina/AFP) Eliana María Krawczyk, primeira oficial submarinista argentina e uma das 44 pessoas no submarino desaparecido ARA San Juan (Foto: Marinha da Argentina/AFP) Eliana María Krawczyk, primeira oficial submarinista argentina e uma das 44 pessoas no submarino desaparecido ARA San Juan (Foto: Marinha da Argentina/AFP)
Única mulher no submarino militar argentino desaparecido com 44 tripulantes no Atlântico Sul, Eliana María Krawczyk, de 35 anos, é descrita pela imprensa local como primeira oficial submarinista do país e da América do Sul. Ela ocupa o cargo de chefe de armas do ARA San Juan, que perdeu contato com a terra na sexta-feira (17).
Eliana nasceu em Oberá, na província de Misiones, no nordeste da Argentina, e só conheceu o mar aos 21 anos de idade, destaca o perfil do jornal "Clarín". Após se formar no ensino médio, ela se matriculou na Universidade de Misiones para fazer faculdade de Engenharia Industrial.
Duas tragédias familiares levaram Eliana a desistir do curso: a morte de um irmão, em um acidente de trânsito, e a morte da mãe, em decorrência de um problema cardíaco.
Em um perfil publicado em 2015 na revista "Viva", que circula nas edições de domingo do "Clarín", ela se lembrou da ocasião em que pensou, pela primeira vez, em começar uma nova carreira:
 

domingo, 19 de novembro de 2017

Torcida do Paraná toma aeroporto em recepção aos jogadores após acesso

Jogadores são esperados pela torcida após vitória sobre o CRB que garantiu vaga na Série A 2018. Time segue em carreata até a Vila Capanema

Ídolo do Ceará, Magnata celebra acesso e brinca: "Acho que deixei uma marca"

Magnata faz lista de agradecimentos e, no fim de entrevista ao término do jogo, brinca: "Não passei muito tempo aqui, mas acho que deixei uma marca"


Por Juscelino Filho, Fortaleza, CE

Melhores momentos de Criciúma x Ceará
Melhores momentos de Criciúma x Ceará
Ao todo, são 103 gols com a camisa do Ceará em três passagens pelo clube e 224 jogos. É o sexto maior artilheiro da história do clube. No currículo, vários títulos estaduais, de Copa do Nordeste e agora um acesso à Série A. Bom, hein? Ao término da partida contra o Criciúma, no empate em 1 a 1 fora de casa neste sábado, o atacante tinha uma lista de agradecimentos a fazer. No fim, até brincou.

Choque de culturas: o que Rueda quer e o que atletas entendem no Flamengo

Com poucas atividades em campo reduzido, diferenças na preparação física e em métodos, colombiano provoca reações internas. Discurso em entrevistas agrada e une torcida e diretoria


Por Bruno Giufrida e Raphael Zarko, Rio de Janeiro
Anunciado pelo Flamengo no dia 14 de agosto, Reinaldo Rueda tem 24 jogos, com nove vitórias, nove empates e seis derrotas. A classificação no mata-mata contra o Botafogo em poucos dias de trabalho, as mudanças pontuais (a principal delas foi a condição de titular absoluto do compatriota Cuéllar e do zagueiro Juan) e o apoio da torcida fizeram parte do início do casamento do colombiano com o clube. Sem perder a moral com os torcedores, a queda de rendimento do time recente trouxe questionamentos internos ao Rubro-Negro.

Avião de pequeno porte cai na represa de Jurumirim; piloto sai ileso

Apenas o piloto estava na aeronave e ele conseguiu nadar até a margem da represa, segundo os bombeiros. Causa do acidente ainda é desconhecida.


Por G1 Itapetininga e região
Avião de pequeno porte cai na represa de Jurumirim; piloto sai ileso (Foto: Divulgação) Avião de pequeno porte cai na represa de Jurumirim; piloto sai ileso (Foto: Divulgação)
Avião de pequeno porte cai na represa de Jurumirim; piloto sai ileso (Foto: Divulgação)
Um avião de pequeno porte caiu na tarde deste sábado (18) na represa de Jurumirim, entre Avaré (SP) e Arandu (SP).
Segundo o Corpo de Bombeiros, apenas o piloto estava na aeronave e ele conseguiu nadar até a margem da represa.
Ele foi resgatado por algumas pessoas que estavam próximo ao local do acidente e passa bem.

Bombeiros de Assis resgatam cachorra com cabeça presa em cano

Equipe teve que quebrar um muro e depois cortar a estrutura para retirar o animal.


Por G1 Bauru e Marília
Cachorra ficou com a cabeça presa no cano que dá acesso ao hidrômetro da casa em Assis (Foto: Corpo de Bombeiros / Divulgação) Cachorra ficou com a cabeça presa no cano que dá acesso ao hidrômetro da casa em Assis (Foto: Corpo de Bombeiros / Divulgação) Cachorra ficou com a cabeça presa no cano que dá acesso ao hidrômetro da casa em Assis (Foto: Corpo de Bombeiros / Divulgação)
Os bombeiros fizeram um resgate inusitado no sábado (18) em Assis (SP). Uma cachorra ficou com a cabeça presa em um cano que dá acesso ao hidrômetro de uma casa na Vila Ribeiro.
A equipe foi acionada pelos próprios moradores e donos da cachorra que chama Ludi. Os bombeiros tiveram que quebrar o muro e depois cortar o cano, que estava preso no pescoço, para retirar o animal.
 

Pirangi Praiano em janeiro




PIRANGI PRAIANO!!
A CORRIDA DO VERÃO!
2° semana de janeiro
Dia: 13 de Janeiro de 2018

Corrida de 4k e 8k
Todo a beira mar.
Percurso: Prainha/Pirangi do Norte/Rio/Pirangi do Sul, Pirambúzios e Búzios .

www.focorafical.com.br
Boleto ou cartão
 

INSCRIÇÕES LIMITADAS!!

Capitão da PM e policial civil trocam tiros durante briga de bar na Zona Sul de Natal

Caso aconteceu na noite deste sábado (18) no conjunto Morro Branco. Feridos, os dois policiais foram socorridos ao Pronto-Socorro Clóvis Sarinho.


Por G1 RN
Armas de capitão da PM e de policial civil foram apreendidas após tiroteio entre os dois, em Natal (Foto: Divulgação/Polícia Civil) Armas de capitão da PM e de policial civil foram apreendidas após tiroteio entre os dois, em Natal (Foto: Divulgação/Polícia Civil) Armas de capitão da PM e de policial civil foram apreendidas após tiroteio entre os dois, em Natal (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Uma briga acabou com dois policiais baleados na Zona Sul de Natal, durante a noite deste sábado (18). Um capitão da Polícia Militar e um agente da Polícia Civil trocaram tiros em frente a um bar localizado na rua Xavier da Silveira, no Conjunto Morro Branco, após uma confusão iniciada dentro do estabelecimento. Os dois foram socorridos ao Pronto Socorro Clóvis Sarinho, na Zona Leste.
Segundo o 5º Batalhão da Polícia Militar, ainda não se sabe o motivo do tiroteio, mas ele teria começado a partir de uma briga envolvendo uma terceira pessoa. Os policiais envolvidos foram identificados como o capitão PM Andrey Jackson e o agente da Polícia Civil Adorian Silva.
De acordo com a PM, o capitão foi atingido no pescoço, no braço e no abdômen, mas não corre risco de morte. Já o agente foi ferido com tiros no peito e tem um quadro médico mais delicado.
As armas dos dois policiais foram apreendidas pela Polícia Civil, que já ouviu a versão do capitão da PM. As informações preliminares dão conta que os dois haviam se desentendido em outro lugar e o capitão parou para lanchar no bar, onde o policial civil já teria chegado atirando. Os investigadores ainda vão pegar o depoimento do policial civil, quando ele estiver mais estável.
 

70% dos servidores devem trabalhar durante greve da Saúde no RN, determina TJRN

Decisão do desembargador Amaury Sobrinho atendeu em parte ao pedido do Governo, que queria declaração de ilegalidade da greve. Paralisação começou na segunda (13).


Por G1 RN
Grevistas tentaram ocupar o prédio da Governadoria, na segunda-feira (13), durante deflagração da greve em Natal (Foto: Divulgação/Aduern) Grevistas tentaram ocupar o prédio da Governadoria, na segunda-feira (13), durante deflagração da greve em Natal (Foto: Divulgação/Aduern) Grevistas tentaram ocupar o prédio da Governadoria, na segunda-feira (13), durante deflagração da greve em Natal (Foto: Divulgação/Aduern)
O Sindicato dos Servidores da Saúde do Rio Grande do Norte deverá manter pelo menos 70% dos servidores trabalhando durante a greve da categoria iniciada na última segunda-feira (13), em todo o estado. A decisão do desembargador Amaury Moura Sobrinho, do Tribunal de Justiça do RN, foi tomada neste sábado (18), durante o plantão judicial.

 

sábado, 18 de novembro de 2017

Um ano após decreto, país reutiliza menos de 200 armas das mais de 135 mil apreendidas

Decreto de dezembro de 2016 abriu a possibilidade de armas apreendidas serem doadas para forças de segurança do país. Exército e especialistas citam falta de procedência e más condições como motivo para baixo número de doações.


Por Clara Velasco, G1
Armas apreendidas em quartel do Exército em São Paulo, prontas para serem destruídas em siderúrgicas (Foto: Marcelo Brandt/G1) Armas apreendidas em quartel do Exército em São Paulo, prontas para serem destruídas em siderúrgicas (Foto: Marcelo Brandt/G1) Armas apreendidas em quartel do Exército em São Paulo, prontas para serem destruídas em siderúrgicas (Foto: Marcelo Brandt/G1)
Após quase um ano do decreto que abriu a possibilidade de armas apreendidas serem reutilizadas por forças de segurança do país, um levantamento do G1 aponta que menos de 200 armamentos se enquadraram na nova legislação e deixaram de ser destruídos para encontrar novo uso na mão de policiais e de integrantes das Forças Armadas. No mesmo período, mais de 135 mil armas foram inutilizadas e destruídas.